notícias Kress

21/03/2018

Em laboratório, cientistas desenvolvem óvulos humanos


Pela primeira vez, cientistas conseguiram desenvolver óvulos humanos em laboratório desde o estágio inicial até a maturidade, que é quando estão prontos para serem fertilizados. Essa descoberta pode ajudar a desenvolver terapias regenerativas e tratamentos contra infertilidade.

Os óvulos foram desenvolvidos a partir do tecido ovariano de dez mulheres do Reino Unido e dos EUA. Dos testes que foram realizados, 48 óvulos conseguiram atingir o penúltimo estágio e dentre eles nove chegaram à maturidade total.

A repercussão de cientistas não ligados ao estudo foi grande, pois apesar de muito importante para a medicina, eles alertam que há um longo caminho a percorrer até que estes óvulos possam ser usados com segurança para a fertilização com esperma.

Assim que for comprovada sua segurança e seu sucesso, o procedimento além de ajudar nos tratamentos contra a infertilidade, pode também ajudar pacientes diagnosticados com câncer que querem preservar sua fertilidade antes de iniciarem o processo de quimioterapia por exemplo, e ainda aprofundar a compreensão da biologia sobre a vida humana nesses primeiros estágios.

Fonte